O JEJUM E AS RELIGIÕES!! HÁ MUITO TEMPO VEM SENDO PRATICADO

As dietas sempre foram comparadas às religiões: alguns seguidores são adeptos rigorosos enquanto outros tomam algumas liberdades, e ambos freqüentemente contêm objetivos de uma limpeza ou algumn tipo de purificação . Portanto, não é surpresa que muitas dietas tenham sido inspiradas em hábitos religiosos.



QUER APRENDER A FAZER JEJUM??? GUIA PARA INICIANTES – clique aqui

Dieta de Buda
Muitas pessoas estão familiarizadas com a idéia de uma estátua de Buda com uma barriga grande, mas Buda estava tinha um biotipo magro. No livro “A Dieta de Buda: a arte antiga de perder peso sem perder a mente”, um guia para comer saudável da mesma maneira que um budista. O co-autor Dan Zigmond descreve o método de Buda e monges de comer apenas entre o amanhecer e ao meio dia, por exemplo. Quando ele passou um tempo em um mosteiro na Tailândia, ele descobriu que, além da regra do tempo, “os monges basicamente comiam o que queriam.
//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Jejum intermitente
Tornou-se uma tendência há alguns anos, pular certas refeições ou jejuar por alguns dias, a fim de perder peso. O jejum intermitente, é semelhante ao conceito do Ramadã, o feriado muçulmano de um mês em que os seguidores não comem desde do nascer ao pôr do sol.  Alguns cientistas americanos alegam que aprática do jejum gera a autofagia , um tipo de eliminação  de células danificadas, incluindo aquelas que foram previamente associadas a doenças de Alzheimer, Parkinson e outras doenças neurológicas “.


A Dieta Aleluia
The Daily Meal chama essa dieta de “uma versão mais rigorosa do veganismo, com suplementação pesada, quantidades  de suco e exercícios recomendados”. A ênfase é em frutas e vegetais crus, com alimentos preparados à base de plantas permitidos para o jantar. A Dieta Aleluia tem suas raízes no Livro do Gênesis do Antigo Testamento, especificamente a parte em que Deus dá as árvores frutíferas de Adão e Eva para serem seus alimentos.

Sem glúten
A doença celíaca é uma condição autoimune que proíbe que os sofredores consumam glúten, mas algumas pessoas sem a doença ou uma sensibilidade ao glúten acreditam que cortar o glúten – e, portanto, grãos como trigo, cevada e centeio – também tem benefícios para a saúde.  |

De acordo com a Clínica Mayo, cerveja, pães e biscoitos, batatas fritas, massas, muitos molhos e molhos e muitas sopas, entre outros alimentos . Uma dieta sem glúten reflete as práticas de jejum dos monges taoístas.


O jejum de Daniel
Esta dieta baseia-se nas práticas de jejum de Daniel, o profeta cristão que é mais conhecido por suas visões e por interpretar sonhos. A oração e a espiritualidade devem estar intimamente ligadas ao jejum parcial de 21 dias que começa no ano novo. Os participantes só devem consumir água, frutas, grãos, nozes e vegetais.


QUER APRENDER A FAZER JEJUM??? GUIA PARA INICIANTES – clique aqui


Traduzido e adaptado por Flávia Trajano

Criadora da Fan Page e administradora do grupo : JEJUM INTERMITENTE SEM MITOS

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.