DELICIOSA OPÇÃO DE CAFÉ DA MANHÃ E DESJEJUM



BACON, ESPINAFRE E QUEIJO PARMESÃO

Rendimento: 4 porções

INGREDIENTES

    8 fatias de bacon
    
8 unidades de cogumelos , cortados
    
3 dentes de alho picados
    
4 xícaras de espinafre
    
3/4 de copo de azeitonas pretas cortadas

    3 colheres de sopa de manteiga ou azeite
    
10 ovos grandes
    
1/2 xícara de queijo parmesão, ralado
    8 unidades de tomate cereja (OPCIONAL)


   

COMO FAZER
 
Em uma frigideira grande em fogo médio-alto, frite  o bacon . Uma vez que o bacon estiver crocante, adicione o alho, cogumelos e espinafre na panela. Refogue até que os cogumelos estejam macios e o espinafre murchos. Acrescente as
 azeitonas.

Em uma frigideira separada, derreta a manteiga em fogo médio.Despeje os ovos eos mexa na frigideira com a manteiga derretida. Usando uma espátula de borracha, misture delicadamente.
Misture
 os ovos prontos com o restante dos igredientes.E por último polvilhe o parmesão. 
Se preferir acrescente 8 unidades de tomate cereja.
https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});


INFORMAÇÕES NUTRICIONAISPor porção – Calorias: 489 | Gordura: 38 g | Proteína: 30 g | Total de carboidratos: 8,5 g | Fibra: 1 g | Carbs líquido: 7,5 g

O QUE POSSO COMER E TER UM RESULTADO AINDA MAIOR NO JEJUM?


Conforme Gary Taubes no livro POR QUE ENGORDAMOS, nossa dieta deve ser focada em fornecer ao corpo a nutrição necessária (indivualmente, por isso as quantidades são variáveis de pessoa para pessoa – procure um nutricionista).
Você não precisa evitar a gordura  que acompanha os alimentos.https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

TROCAR MANTEIGA POR ÓLEOS VEGETAIS NÃO REDUZ O RISCO DE DOENÇA CARDÍACA (citação Artigo traduzido por Hilton Sousa. O original está aqui.)

https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});



No artigo Como devo comer? Comida de verdade

http://www.lowcarb-paleo.com.br/2012/01/como-devo-comer-comida-de-verdade.html) encontramos um guia básico de como ter um processo de emagrecimento mais eficaz sem passar fome.

  • Comacarne, peixes, ovos, vegetais que cresçam acima do solo (um pouco de cenoura ou beterraba ralada é aceitável) e gorduras naturais (como coco, azeite de oliva, manteiga).
  • Evite: açúcar e alimentos com amido (como pão, massas, arroz e batatas). Evite especialmente os derivados de trigo.

Coma quando estiver com fome, e até que esteja satisfeito. Não conte calorias, pelo mesmo motivo que você não conta quantas vezes respira por minuto – contar calorias é um conceito bizarro e ineficaz. E esqueça os produtos industrializados “low fat ou light” – procure sempre comida de verdade.

     Não Coma:

  • Açúcar: sem exceções. Refrigerante normal, doces, sucos de fruta, bebidas “energéticas” ou para esportes, chocolates, bolos e tortas, sorvetes, cereais matinais.
  • Amido: todos os derivados do trigo (pães, massas, não importa se for integral ou não, se for preto ou branco, se for de centeio ou de 7 grãos, simplesmente não coma), inclusive produtos em que o trigo não é evidente (camarão à milaneza tem farinha de trigo, molho branco também). Arroz, batatas, mingaus, aveia, granolas também são amido. Pão de queijo tem polvilho – amido. Antes que você pergunte, os vegetais (saladas) contém muito mais fibras e nutrientes do que os grãos.
  • Margarina: o oposto de comida de verdade. Imitação industrial de manteiga, associada a várias doenças e com gosto ruim. 
  • Cerveja: é pão líquido. Cheio de maltose, um açúcar não doce, que eleva a insulina e acumula gordura na barriga.

10 INCRÍVEIS TRANSFORMAÇÕES de pessoas mostrando como…

10 INCRÍVEIS TRANSFORMAÇÕES de pessoas mostrando como a força de vontade e disciplina podem realizar seu sonho



QUALQUER UM pode atingir seus objetivos de emagrecer, utilizando a maneira ideal para si( existem várias maneiras) e com tantas opções com certeza você se encaixa em uma delas.
O  exercício é um trabalho árduo, especialmente quando existem tantas coisas para nos distrair e tirar nosso foco (como comer,  dormir, Game of Thrones etc…). 



Mas como você pode ver a partir desta lista compilada de fotos de antes e depois  pela , essas pessoas tiveram estratégias e dietas diferenciadas, aliados com exercício físico e muita dedicação. 
Percebendo que  precisavam peso, não apenas se livraram daqueles quilinhos indesejados mas ttiveram um resultado com o qual se orgulhassem! 
A verdadeira beleza está no interior, como todos sabemos, mas isso não muda o fato de que essas transformações corporais são ESPETACULARES. Você tem alguma fotos antes e depois? Em seguida, sinta-se livre para compartilhá-los conosco!!!


Esse casal com o “CORPO DE PRAIA” tão sonhado!!

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});


Olha esse rostinho, quanta diferença
Em 1 ano, seu estilo totalmente repaginado

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

NEW YORK TIMES – SERÁ QUE DEVEMOS PULAR O CAFÉ DA MANHÃ?

SINTO MUITO!!! MAS NÃO HÁ NADA DE MILAGROSO NO CAFÉ DA MANHÃ!!




Geralmente não tomo café da manhã. Dada a escolha de alimentos oferecidos no café eu quase sempre opto por ovos ou waffles. O que acontece é que nunca tenho fome às 7:30 da manhã, quando eu saio para o trabalho.
Na verdade, eu raramente sinto fome até o horário do almoço. Este hábito me forçou a ser submetido a mais palestras sobre como eu estou prejudicando minha dieta, meu trabalho e minha saúde. Só um tolo pularia a refeição mais importante do dia, certo?


Nossa crença no poder do café da manhã é baseado em pesquisas mal interpretadas e estudos tendenciosos.


Não é preciso muito esforço para encontrar pesquisas que mostram uma associação entre o PULAR O CAFÉ DA MANHÃ e problemas de obesidade e saúde. Um estudo em 2013 publicado no jornal Circulation, descobriram que homens que não faziam a primeira refeição do dia tiveram um risco significativamente maior de doença cardíaca coronária do que os homens que tiveram seu café da manhã. Mas, como quase todos os estudos de café da manhã, esta é uma associação, não uma causalidade.


No entanto, foram encontradas falhas importantes na comunicação de resultados dessas pesquisas. Pessoas foram sistematicamente tendenciosas na interpretação de seus resultados em favor de uma relação entre o pular o café da manhã e a obesidade. As pessoas acreditam e querem que você acredite que pular o café da manhã é ruim.

As associações devem ser vistas com ceticismo e confirmadas com estudos prospectivos. Existem poucos ensaios clínicos randomizados, metodologicamente fracos como a maioria dos estudos de nutrição.

Muitos dos estudos são financiados pela indústria de alimentos, que tem um claro viés. Kellogg financiou um artigo altamente citados, que constatou que o cereal no café da manhã é benéfico para manter a boa forma. 


A Aveia Quaker Centro de Excelência (parte da PepsiCo) financiou um estudo que mostrou que comer farinha de aveia ou cereais reduz o peso e o colesterol (se você comer controladamente todos os dias da semana durante quatro semanas). 
https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

É bem claro que a evidência que dá tanta a importância a começar o dia com o café da manhã é muito confusa. Se sente muita fome pela manhã, coma. Mas não se sinta mal se você prefere comer mais tarde, e não seguir a grande massa. O CAFÉ DA MANHÃ NÃO TEM PODERES MÍSTICOS NEM MILAGROSOS, NEM VAI TE FAZER EMAGRECER!

Trecho do artigo  publicado no http://www.nytimes.com de Aaron E. Carroll. Traduzido e adaptado por JEJUM INTERMITENTE SEM MITOS.
 Aaron E. Carroll é um professor de pediatria na Indiana University School of Medicine, possui um blog de pesquisa e política de saúde no The Economist  e faz vídeos sobre  Saúde.

LOWCARB É OBRIGATÓRIO NO JEJUM INTERMITENTE?


Quando iniciamos o jejum intermitente, surgem muitas dúvidas: O QUE COMER, QUANDO COMER, QUAL QUANTIDADE COMER  e por aí vai.

Dentre as mais comuns, essa abaixo está no topo da lista
O JI tem melhor resultado aliado a low carb/paleo ou posso ter um bom resultado com RA (reeducação alimentar)???

No jejum intermitente, quando você passa algumas horas sem se alimentar ( à partitr de 14 horas já se tem algum resultado) de nada vai adiantar quando for comer se entupir de arroz, batata, macarrão e junk food (pizza, bolinhos fritos, refrigerante, doces etc…) disparando o açúcar e a insulina no seu sangue.

Conforme o vídeo do blog # tribo forte o Dr jason Fung explica que no momento em que sua insulina está muito elevada fica bloqueado o processo de lipólise (queima de gordura) anulando assim o efeito do jejum intermitente.



Para se manter a insulina para um mínimo saudável, pode ser feito aumentando o intervalo entre as refeições, eliminando lanches, sem comer demais na hora das refeições.
Por isso muitas pessoas adotam a dieta lowcarb ( blog do Dr. Souto), por consumir pouco carboidratos a insulina é mantida sempre baixa e consequentemente sentem MENOS FOME” facilitando muito a prática do jejum automaticamente manter a boa forma.

Resumindo: se você está em processo de reeducação alimentar, comendo sem exageros, sem ficar “beliscando o tempo todo” e longe de alimentos altamente processados, você pode sim ter um bom resultado de emagrecimento *****https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

ÓLEO DE CÔCO E SEUS BENEFÍCIOS

 Este óleo é essencialmente composto por gorduras e em maior parte pela saturada que representa quase 87% da quantidade desse macro nutriente, sendo elas, em sua maioria, triglicerídeos de cadeia média (TCM), e não de cadeia longa, como normalmente encontramos nos alimentos. E a vantagem dessa informação é que eles são mais bem absorvidos pelo corpo, principalmente no fígado, sendo logo convertidos em energia e não se acumulando em forma de gordura no corpo.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); 

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});


 Dentre os principais benefícios – e um dos motivos pelos quais muitos procuram este óleo – é que o produto ajuda a emagrecer. Um estudo feito no Canadá em 2000 mostrou que pessoas que consumiam o óleo de coco tinham uma maior oxidação das gorduras, processo que causa sua quebra, do que as pessoas que seguiam dietas com óleos comuns. Quando a gordura é quebrada no tecido adiposo, ela é usada em forma de energia, ou seja não fica acumulada no organismo na forma das famosas “gordurinhas”. 
De acordo com a pesquisa, o óleo também seria responsável por aumentar o volume de massa magra, os músculos, outros aliados por demandar mais gasto de energia do organismo, ajudando o emagrecimento.
Outro fator que merece destaque é que o ácido láurico e o ácido cáprico, dois dos TCM do óleo de coco, têm a propriedade de modular o sistema imunológico. Alguns estudos mostram essa relação, mostrando sua eficácia contra fungos, vírus e bactérias, mas os cientistas ainda não descobriram como isso funciona. Uma forma indireta de ele contribuir com a imunidade está na melhora do trabalho do intestino ao eliminar as bactérias ruins, já que alimentos ricos em gorduras normalmente auxiliam na digestão.
Mas, cuidado, o consumo em excesso pode trazer o efeito rebote, causando diarreia, por isso é sempre aconselhável ter bom senso na hora de utilizar o óleo de coco. Para finalizar, é interessante destacar os principais usos deste produto, que se concentram principalmente na finalização de pratos quentes, tempero de saladas (em sua versão extra virgem), preparação de bolos e tortas, além de misturado com iogurtes, sucos ou vitaminas. Indico uma colher de sopa de óleo de coco uma vez ao dia como uso rotineiro para pré-treino, funcionando como fonte de energia dependendo do seu tipo de dieta. Uma colher de sopa de óleo pode lhe trazer muitos benefícios à saúde, além de energia, pois é bactericida e anti-fungicida ao intestino e organismo.

Trecho extraído do Blog do Dr. Barakat.


QUANTO VOU EMAGRECER FAZENDO JEJUM??




Isso vai depender do seu metabolismo, seu biotipo, seu peso inicial, seu nível e frequência de atividade física e da dieta que segue no período alimentado. Nos primeiros dias há grandes chances de se perder bastante líquido, o que causa uma queda significativa no peso corporal; com o tempo, seu déficit calórico semanal fará com que você consuma menos energia do que gasta, perdendo gordura. SEJA PACIENTE: o emagrecimento abrupto não é saudável e não deve ser seu objetivo. No entanto a expectativa é que talvez você perca em média de 2 a 5 quilos em 8 semanas (média). Mas isso não é igual pra todos.

Artigo baseado no livro: A dieta dos 2 dias – MImi Spencer

COMPREENDA A FOME (antes do jejum)

A maioria das pessoas não  se dão a chance de sentir nem um  pouquinho um vazio no estômago, sempre à postos a se deliciar com uma variedade de “lanchinhos”, bolachinhas, bolinhos, suquinhos etc.. Conforme algumas pesquisas, grande parte das pessoas com sobrepeso perderam completamente a sensação de fome, COMER SE TORNOU A REAÇÃO PARA TODAS E QUAISQUER EMOÇÕES (tristeza, alegria, euforia, ansiedade etc…)
https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});


Pelo menos uma vez por dia, tente não comer até sentir fome de verdade, sentir aquele vazio na barriga, não simplesmente “vontade de comer”.
Conforme uma publicação nomeado CELL METABOLISM (metabolismo celular), um hormônio estimula os mesmos centros de recompensa que estão ligados ao mesmo comportamento induzidos por drogas, ou seja a comida nesse caso é administrada como um vício. Por isso as redes de fast food sabem muito como atrair mais e mais clientes.
MAs o que isso tem a ver com jejum??? Tudo…. Tanto no período de jejum como no período alimentado você precisa aprender a dominar a fome, estar no controle. Aprender como a fome se manifesta, para poder distinguir de outros motivos que te fazem querer comer o tempo todo.
Artigo baseado no livro: 101 coisas para se fazer antes da dieta – MImi Spencer

EMAGRECER DEPOIS DOS 40? É MESMO POSSÍVEL?


A capacidade humana para criar desculpas com certeza é algo que te impede de realizar muitos sonhos.
Segue um depoimento de uma pessoa que deixou de lado suas desculpas e seus medos foi lá e fez!


33 kgs off desde a minha última gravidez. Eu tenho 42 anos, iniciei com 97 kgs logo após o nascimento do meu filho, e hoje estou com 64 kgs. Estes últimos quilos estão indo mais lentamente, mas me sinto ótima por recuperar meu antigo guarda-roupa que estava esquecido. Hoje me sinto mais confiante  e atraente com a minha nova forma física e isso influenciou até mesmo na área profissional.
No início achei que eu não seria capaz de emagrecer e me sentir jovem e bonita depois dos 40 anos, mas ao descobrir o Jejum Intermitente aliada à dieta Low Carb/ vi a minha chance e consegui.
E com certeza posso seguir nesse estilo para o resto da vida com equilíbrio e saúde.


OBS: Eu desenvolvi uma problema cardíaco após o parto e todo esse meu processo foi sem nenhum exercício físico. Deixe de lado suas desculpas e se abra para vida ou vai prefeir ser vítima das circunstâncias?